Impotência Funcional

O que é a Impotência Funcional?

Como o próprio nome já sugere, a Impotência Funcional está atrelada a disfunção erétil. No entanto, tal doença afeta homens em condições diferentes dos que sofrem com a impotência sexual. As adversidades que levam à patologia caminham próximas, com um prejuízo igual ao paciente, mas por motivos distintos.

 

A Impotência Funcional é a dificuldade em ter ou manter a ereção para a prática da relação sexual por conta de problemas no sistema nervoso ou circulatório do homem, de causa orgânica, apresentada por algum problema do corpo humano masculino. Tal fator diferencia da Disfunção Erétil, que por muitas vezes se dá por problemas relacionados ao emocional.

 

O homem chega a uma ereção graças ao fluxo sanguíneo que aumenta na região peniana, que acontece de forma natural durante um estímulo sexual. Todavia, em casos em que existe um bloqueio ou algo que impeça que o fluxo chegue aos corpos cavernosos que se encontram dentro do pênis, essa ereção não acontecerá. Em alguns casos, a ereção acontece, mas não de forma satisfatória para realizar o ato sexual.

Causas

Casos em que a falta de fluxo sanguíneo é recorrente, são em homens portadores da diabetes, já que a doença afeta os vasos internos e, afetando as extremidades do corpo, como as pernas e, consequentemente, o órgão sexual. A falta de circulação resulta na perda da sensibilidade do pênis também.

 

Impotência FuncionalTer ereções noturnas em situações que o homem tem entupimento no fluxo sanguíneo, não quer dizer que o problema foi curado. A ereção noturna pode acontecer em casos como esse por conta de que o corpo do homem está mais relaxado enquanto dorme, facilitando a circulação sanguínea e chegando ao pênis.

 

Outra causa da Impotência Funcional é a Arterosclerose, uma doença resultada pelo acúmulo de gordura e colesterol na parede das artérias.

 

Com esse acúmulo o indivíduo tem o fluxo sanguíneo afetado e atingindo a artéria que leva o sangue para os membros inferiores, resultando na dor de barriga, nádegas e coxa, consequentemente atingindo o órgão genital e impedindo a ereção masculina por um tempo prolongado que seja necessário para uma relação sexual.

 

Homens a partir dos 50 anos de idade podem desenvolver a Impotência Funcional, visto que em caso de já levarem uma vida sedentária, pacientes quando atingem a terceira idade podem desenvolver a doença.

 

Outro fator que agrava o desenvolvimento de doenças e até mesmo da Disfunção Erétil, é o tabagismo. Homens fumantes são mais propensos a desenvolver a impotência, já que causa o bloqueio das artérias e diminui o fluxo sanguíneo que corre até o pênis.

Confira abaixo as principais formas de tratamento para a impotência funcional e agende sua consulta conosco.

Tratamentos para a Impotência Funcional

Impotência FuncionalPara os homens que desenvolvem a diabetes e são afetados pela Impotência Funcional, o tratamento com injeções que estimulam os nervos penianos é bastante utilizado. O medicamento é uma droga que enerva o pênis causando a ereção imediata.

 

Outra forma de tratamento utilizada é fazendo o uso de medicamentos. Tanto para comprimidos que estimulam a atividade cerebral, quanto para estimularem diretamente na ereção, são bastante utilizados para que o paciente possa levar uma vida sexual ativa.

 

A implantação de próteses penianas também se torna uma opção em alguns casos. Homens que optam pela cirurgia ao invés do tratamento injetável ou por via oral, podem vir a serem submetidos a uma operação para a inserção de um implante no corpo cavernoso no pênis acontece, sem comprometer a estrutura ou a ejaculação, permitindo uma vida normal.

WhatsApp chat